Home
O BNDES e o Grupo X

Um caso muito debatido é o apoio do Banco ao Grupo X. Assim sendo, viemos esclarecer as seguintes dúvidas:

Qual foi o valor total do apoio do BNDES às empresas de Eike Batista?

O apoio do BNDES a empresas que pertenciam ao Grupo X foi de R$ 10,3 bilhões.

A maior parte desse valor foi destinada a financiamento (R$ 8,9 bi) de projetos de cinco empresas do Grupo: MPX (atual Eneva S.A.), LLX, OSX, REX e SIX (atual Unitec Semicondutores).

O restante dos recursos corresponde a investimentos em participação acionária, que foram realizados nas empresas MPX, LLX e SIX.

Veja os principais valores:

 

 

Crédito

Participação acionária

MPX
(atual Eneva S.A.)

R$ 4,1 bi

R$ 0,9 bi

LLX

R$ 4,1 bi

R$ 0,2 bi

OSX

R$ 0,4 bi

X

SIX (atual Unitec)

R$ 0,2 bi

R$ 0,3 bi

REX

R$ 0,1 bi

X

TOTAL:

R$ 8,9 bi

R$ 1,4 bi

Para que as empresas utilizaram o dinheiro dos financiamentos?

Os financiamentos foram destinados aos seguintes empreendimentos:

MPX – implantação de usinas termelétricas e usinas térmicas a gás no Maranhão e no Ceará.

LLX – implantação de dois terminais portuários: Porto do Açú em São João da Barra (RJ), dedicado a cargas gerais e às atividades de exploração e produção de óleo e gás na Bacia de Campos; e Porto Sudeste em Itaguaí (RJ), voltado a minério de ferro.

OSX - implantação de estaleiro em São João da Barra (RJ).

REX - Reforma e ampliação do Hotel Glória (RJ) e implantação de centro hospitalar no Rio de Janeiro.

SIX - implantação da fábrica de semicondutores em Ribeirão das Neves (MG).

Mas por que apoiar o Grupo X?

Os projetos do Grupo X tinham como foco os setores de infraestrutura e inovação, dois importantes setores da atuação do BNDES.

Com relação à infraestrutura, o BNDES apoiou, por exemplo, projetos de geração de energia, como usinas térmicas; e de logística, como a construção de terminais portuários.

No caso da inovação, o BNDES financiou a implantação de uma fábrica de semicondutores com participação relevante do Grupo X.

O BNDES não podia ter deixado essas operações para os bancos privados?

Os projetos de infraestrutura do Grupo X são de grande porte e precisavam de um volume elevado de financiamento, com longo prazo de pagamento. Essas necessidades tornaram o BNDES umas das principais fontes de recursos para o setor no Brasil.

A maioria dos projetos apoiados pelo BNDES contou com o apoio também de outras instituições financeiras, seja com a prestação de fiança bancária, seja por assumirem o risco de crédito em operações na modalidade indireta ou com a complementação dos recursos necessários aos investimentos.

Ficou claro? Se você tem dúvidas sobre outros casos que nos envolvem e quer conhecer mais sobre as ações do BNDES, dê uma olhada no restante do site. E lembre-se: o BNDES está aberto pra você. Está aberto para o desenvolvimento do Brasil.

Veja também
O BNDES e as exportações de serviços