Home
O BNDES e a JBS

É possível que você já tenha ouvido falar das operações do BNDES com a JBS, assunto que anda na boca do povo. De maneira transparente, vamos esclarecer algumas das suas dúvidas:

Qual o valor total dos investimentos na JBS?

O Grupo J&F – que inclui as empresas JBS e Eldorado Celulose, entre outras - recebeu, no período entre 2003 a 2017, desembolsos do BNDES no valor total de R$ 17,6 bilhões, equivalente a R$ 31,2 bilhões em valores de hoje, ficando atrás apenas de Petrobrás, Embraer, grupo Odebrecht e OI.

Desse total histórico, foram R$ 9,5 bilhões em empréstimos e R$ 8,1 bilhões de investimento em ações da JBS e da Bertin, que posteriormente passou a fazer parte do grupo.

Então o BNDES também se tornou sócio da JBS?

Sim. A JBS foi quem mais recebeu desembolsos do BNDES em investimento de ações, depois da Petrobrás. Esse investimento corresponde a 16% do total da carteira de ações do Banco.

E com tanto dinheiro assim, muita gente pergunta: o BNDES ganhou ou perdeu dinheiro?

Vamos separar em duas respostas.

Os empréstimos estão sendo pagos e o Banco está recebendo a remuneração contratual destas operações.

Já no caso de investimento em ações, o BNDES investiu R$ 8,1 bilhões e pode ter ganhos de até 12,9 bilhões, considerando a cotação das ações em mercado em torno de R$ 27,40. Este ganho representa um retorno para o Banco de 11,3% ao ano, enquanto que se ele tivesse investido numa aplicação mais conservadora, remunerada com 100% do CDI, o retorno seria de 10% ao ano.

Comenta-se por aí que houve irregularidades nestas operações do BNDES com o Grupo JBS. É verdade?

A verdade é que estão em andamento algumas investigações, pelo TCU e MP, sobre as operações do BNDES com o Grupo JBS, e que o Banco também contratou uma investigação independente, cuja conclusão ainda não foi divulgada. Até o momento, não houve nenhuma condenação contra funcionários do BNDES.

Ficou claro? Se você tem dúvidas sobre outros casos que nos envolvem e quer conhecer mais sobre as ações do BNDES, dê uma olhada no restante do site. E lembre-se: o BNDES está aberto pra você. Está aberto para o desenvolvimento do Brasil.

Veja também
O BNDES e a Odebrecht